Historia do Grupo Ginga de Maputo

A Capoeira em Moçambique surge em 1999, trazida pela Célia Marina Aulino Matue, mulher de nacionalidade moçambicana que conheceu e aprendeu esta belíssima arte “ Capoeira” na Dinamarca, praticou durante 10 anos. O seu grupo de capoeira chamava-se “ Sereia do Mar”. Inserida neste grupo, Marina Matue teve a oportunidade de participar em encontros de capoeira, workshops, espectáculos e ainda conviver com grandes mestres de capoeira.

Por incovenientes e por ironia do destino, Marina Matue teve que voltar a Moçambique-Maputo, sua terra natal. No dia 4 de Março de 1999 ela fundou o grupo de capoeira “ Ginga de Maputo”, no “INEF” e na fisioterapia do Hospital Central.
O Grupo Ginga de Maputo é o grupo Mãe da capoeira em Moçambique, sendo que foi o primeiro grupo a surgir em Moçambique e a expandir esta arte de origem afro-brasileira.
A na altura professora Marina Matue, com a sua experiência e conhecimento, liderou o grupo, ministrando aulas durante 5 anos, proporcionando ao grupo participações em eventos culturais, carnavais, tendo até ganho em 2003 o prémio de melhor grupo de dança na gala de personalidades realizado na altura no Cine-teatro Madjedje. Organizou ainda baptizados e graduações, viagens e shows de beneficência.

Devido a problemas de saúde, Marina Matue teve que se ausentar, deixando o grupo a cargo de Salles Ribas. Numa primeira fase o grupo passou por dificuldades organizacionais, porém com a união do grupo essas dificuldades foram ultrapassadas. O grupo foi e continua caminhando com o seu objectivo de divulgar, expandir  e desenvolver a capoeira e o próprio grupo, no país inteiro e além fronteiras.
Desde 2003 o grupo vem participando de eventos internacionais na vizinha Àfrica do Sul, trocando assim experiências, investigando mais para um melhor desenvolvimento da arte na vontade de conquistar espaço e firmar-se na sociedade e cultura moçambicana.

O grupo Ginga de Maputo vem trabalhando com crianças desfavorecidas desde 2004 organizando aulas sem fins lucrativos como forma de tornar possivel uma integração social das mesmas e ainda mostrar o valor participativo da capoeira em actividades sócio-culturais. O grupo ministra aulas em centros infantis e ainda a crianças que por interesse dos pais decidiram praticar esta arte que tanto encanta.
Na necessidade de registar e oficializar o grupo, em Setembro de 2008, criou-se a Associação Moçambicana de Capoeira denominada “AMCA”. Desde então o grupo filiou-se a Associação de Capoeira Barravento, do Brasil, Rio de Janeiro-Niterói, que tem proporcionado ao grupo aquisição de material útil como livros, instrumentos, etc.

O grupo faz parte da lista dos grupos da Federação de Capoeira Desportiva do Rio de Janeiro, que é presidida pelo Mestre Evaldo Bogado.
Fundadora do grupo- Célia Marina Aulino Matue, nascida a 7 de Junho de 1967
Data de Fundação- 4 de Março de 1999
Nome do grupo – Ginga de Maputo
Nome de registo ( Associação) – Associação Moçambicana de Capoeira –AMCA
Presidente da Associação- Victor de Jesus

Leave a Reply